Viver
!!

Busque viver da forma mais saudável possível, o bem-estar é possível para todos, nosso objetivo é o de demonstrar isto a todos os aMMigos, cuidando-se preventivamente, influenciando seus profissionais de saúde, médicos de confiança, cuidadores e familiares. Suas mitocôndrias precisam de você no bom sono, na boa alimentação, nos bons pensamentos e no movimento adequado do seu corpo. O exemplo da Viviane Holanda de Menezes (Vivi), que esteve na UTI há mais de 3 anos e está em home care, não é diferente da maioria dos aMMigos espalhados no Brasil e no Mundo! O sofrimento de muitos pode ser substituído pela esperança através de profissionais de saúde mais humanizados e familiares dotados de amor em que buscam a prevalência do direito à vida.

Invisíveis
??

A cada acesso que temos aqui deixamos de ser invisíveis... porque a informação salva vidas.
Muitas histórias aqui se confundem entre si, diagnósticos errôneos, tratamentos equivocados, alguns aMMigos não chegaram até aqui ainda, mas agora por eles e por todos que conscientizaremos a sociedade e deixaremos de ser invisíveis!
Ainda é comum no Brasil, e inclusive no Mundo, encontrarmos profissionais da saúde que não sabem o que é Miopatia Mitocondrial (G71.3), informe-se, divulgue! Os pacientes podem se ajudar nesta divulgação, acredite e pratique isto! Faça você mesmo seu ativismo pelo seu semelhante. Comece fazendo o necessário, depois o possível e logo estará realizando o impossível...

Influências
!!

Miopatia Mitocondrial (G71.3) é uma Doença Mitocondrial que por acomete principalmente o tecido muscular ( Mio=Muscular + Patia=doença ), mitocondria é vida, pois dela temos a é energia em nosso corpo e por conta disto as consequências podem ser as mais variadas possíveis, dependendo do seu modo de pensar/viver, do seu tratamento correto, histórico de uso de medicamentos (baixe aqui alguns que causam dano mitocondrial), clima, condição social, etc... Percebemos assim que dificilmente um aMMigo será idêntico ao outro, pois os organismos se adaptam conforme as afetações que sofremos. Comumente, os pacientes acumulam históricos de problemas, respiratórios, gastro-intestinais e convulsões, dependendo dos complexos energéticos que foram comprometidos ( I, II, III, IV e V ).

Quem somos nós
?!

Somos aMMigos que nos unimos pela dor e depois pelo amor, nos sentíamos perdidos entre diagósticos equivocados até a Miopatia Mitocondrial. Por vezes nos sentíamos isolados, desamparados ao identificar a falta de conhecimento inclusive dos profissionais de saúde... Ao nos unirmos percebemos que não estavam mais sozinhos e que compartilhando nossas experiências individuais poderiam encontrar melhores dias para a nossa saúde e consequentemente evitar a recorrência de desencontros que passamos em nossos novos aMMigos, buscando diagnósticos e tratamentos corretos. Sinta-se um convidado especial para fazer parte desta organizanização com o seu conhecimento/profissão, mobilize-se conosco! Facebook.com/MiopatiaMitocondrial, siga-nos no Twitter (@MioMitocondrial), informe-se no YouTube (MioMitocondrial),juntos somos + fortes!

"Viver é persistir e acreditar na perfeição das incertezas da vida"

(Inspire-se, compartilhe, você pode muito mais do que te diagnosticaram, Persevere!)
Impaciente com MM tem neste projeto uma homenagem singela a todos os aMMigos, semelhantes que transformam seus destinos, representando a luta pela sua irmã, Viviane H. de Menezes, pela sua vida e a de tantos outros que serão apresentados aqui.
Luciano H. de Menezes Idealizador
Paciente com MM que esteve na UTI há mais de 3 anos e com o apoio de todos os familiares lutando conseguiu o home care pelo SUS (você também pode ter uma vida melhor em casa).
Viviane H. de Menezes Inspiradora
Paciente com MM, direto da Bahia, procura insistentemente na literatura disponível os conhecimentos que possam ser discutidos com profissionais de saúde, principalmente suplementos, discussões a respeito dos aMMigos.
William Teles Colaborador
Paciente com MM, na cidade de S. Caetano do Sul-SP foi a criadora do primeiro blog no Brasil a respeito da MM, persevera em busca de novas informações sobre a patologia em todo o mundo, responsável pela nossa integração com ativistas estrangeiros pela sua fluência na língua inglesa.
Larissa Martin Colaboradora
Podemos ser melhores com sua colaboração: Junte-se a nós!